Ana Maria Madeira
3 de abril de 2017

Conheci a produção de filmes de fetiche

Na série Pornô Fetiche, eu e a equipe da Xplastic vamos apresentar os bastidores e o trabalho de diretores brasileiros de filmes de fetiche, produções em que a penetração é mera coadjuvante.

São filmes que envolvem BDSM, dominação, torturas físicas e humilhações.

As taras mais comuns são: BDSM, podolatria, cuckold, ass worship, facesitting, strap-on e ballbusting. Afinal, isso é pornô ou não? Qual o limite das atrizes e atores? É tudo real? Entre outras curiosidades, os diretores que entrevistamos vão responder essas questões.

O primeiro episódio é sobre Marcos Morais, ex-funcionário público que largou a repartição para trabalhar com o que mais gosta na vida: tecnologia, cinema e mulher. O detalhe é que suas atrizes sempre mandam e os atores obedecem. Na reportagem ele fala sobre sua trajetória como diretor e conta segredos dos bastidores dos filmes, entre elas, a de um cara que quase perdeu os testículos após uma sessão de tortura genital.

Assista abaixo:

Veja também nossos outros documentários sobre sexo.